Projeto do Cilla Tech Park em parceria com a Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, busca dar oportunidades para alunas da Rede Pública

Foram selecionadas sete alunas do Colégio Estadual Professora Leni Marlene Jacob para participarem do projeto, que consiste em fortalecer suas idéias para que possam empreender e colocá-las em prática, tudo isso com a inclusão da tecnologia como uma ferra

10/07/2021 20H45

Lançada a Jornada da Ideia no Celeiro de Inovação, um projeto que teve origem na parceria entre Cilla Tech Park, Celeiro de Inovação, Núcleo Regional de Educação de Guarapuava, Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, Secretaria de Desenvolvimento e Inovação e Centro Universitário Campo Real.

 

Foram selecionadas sete alunas do Colégio Estadual Professora Leni Marlene Jacob para participarem do projeto, que consiste em fortalecer suas idéias para que possam empreender e colocá-las em prática, tudo isso com a inclusão da tecnologia como uma ferramenta para auxiliá-las.

 

“O que a gente espera é que essas meninas tenham condições de empreender. Com tudo que estamos vivendo por aí, precisamos incentivá-las cada vez mais. Quando conseguirmos fazer com que elas entendam que as idéias delas têm vida, que são importantes e que se elas investirem nisso, podem ter retorno futuramente, tanto em conhecimento, quanto financeiramente. Apostamos muito nesse projeto, é um início, são poucas meninas que estão participando, mas queremos ampliar mais para que elas possam perceber o verdadeiro significado disso e definitivamente entrar no processo e através disso mudar as suas vidas.” disse Dilce Scandolara, diretora do colégio.

 

Além da diretora, também estavam presentes a Secretária de Políticas Públicas para Mulheres, Priscila Schran; o Diretor do Cilla Tech Park, Capitão Paulino Lorenzo Jr.; a Chefe do Núcleo Regional de Educação de Guarapuava, Edil Espínola; a Professora Isabelle Córdova, do Centro Universitário Campo Real; o Vice Diretor do Colégio Leni Marlene Jacob, Samuel Leopolski; e a Assessora de Tecnologias Educacionais do NRE e Diretora do Celeiro de Inovação, Isabela Queiroz.

 

As alunas assinaram um termo de compromisso e já estão com idéias em mente, ansiosas para executá-las.

 

“Meu objetivo no projeto é crescer no mundo digital, dos desenhos, animes e mangás, que é um ambiente em que sempre estive envolvida. Espero poder ter meu próprio mangá, minhas próprias edições e ajudar as pessoas com isso.” comentou Gabriela, uma das alunas selecionadas para o projeto.

Veja Mais